notícias I especiais I crónicas I base de dados I festivais I roteiro
mais notícias
11-02-2004
Eduardo Serra Nomeado para Novo Óscar
O director de fotografia português foi nomeado pela segunda vez pela Academia de Hollywood.
 
11-02-2004
Cinema de Regresso ao São Luiz
Mais de noventa anos depois, o cinema regressa ao teatro do Chiado pela mão de Lauro António.
 
03-12-2003
Flora Gomes em Coimbra
O realizador guineense estará na Capital da Cultura para um ciclo em sua homenagem, entre 10 e 15 de Dezembro.
 
03-12-2003
Divulgados os Prémios do FIKE 2003
"A Ferida", realizado por Margarida Leitão, foi o único filme português premiado em Évora com o galardão de Melhor Curta Metragem.
 
03-12-2003
Novos Valores Vencem em Évora
Exibido e premiado no Festival Internacional de Curtas Metragens de Évora, "A Ferida" marcou a estreia de uma dupla constituída pela realizadora Margarida Leitão e a produtora Pandora da Cunha Telles.
 
28-11-2003
Egdar Pêra Premiado no VideoLisboa
O realizador foi o único português premiado nesta quarta edição do festival, organizado pelo Clube Português de Artes e Ideias e que encerra a 30 de Novembro.
 
24-11-2003
Cinema no Mundo
Frequência das Salas desce 3,8%
De acordo com um estudo divulgado pelo OBERCOM, a Europa registou este ano a quebra mais acentuada de venda de bilhetes em 2003.
 
17-11-2003
FIKE 2003
95 curtas seleccionadas para o Festival de Évora
Curtas metragens de praticamente todo o mundo compõem a lista de obras seleccionadas para o FIKE - Festival Internacional de Curtas Metragens de Évora, com início marcado para 21 de Novembro.
 
mais notícias ...
notícias

 

(Audiovisual Library European Commission)
18-02-2004
União Europeia Mantém Sistema de Subsídios até 2009
 
Os responsáveis pelos institutos de cinema da UE decidiram manter o actual sistema de subsídios ao cinema e audiovisual até ao final de 2009.
 
(Audiovisual Library European Commission)  
 

A União Europeia considera que «a indústria global é dominada pelos estúdios norte-americanos» e ainda que «nenhum mercado nacional europeu tem dimensão suficiente para se fornecer a si mesmo uma única produção, diversificada e de qualidade». Por essa, entre outras razões, os responsáveis pelos institutos de cinema dos 15 países da UE decidiram manter o actual sistema de subsídios ao cinema e audiovisual europeus, criado em 2001, até ao final do ano de 2009.

Esta decisão surgiu após a discussão de uma proposta, a qual visava a revisão do regime em vigor de subsídios públicos nacionais, atribuídos às obras para cinema e televisão. O ponto central em debate foi o da imposição de um país membro, quando co-financiador, de uma dispensa ao produtor principal de um montante da receita de bilheteira para o território em causa.

No entanto, os Quinze afirmaram que «nenhuma prova documenta que a promoção das indústrias e das cinematografias, posta em prática pelos Estados membros, impeça o bom funcionamento do mercado interno». Pelo contrário, para os responsáveis da UE, «as medidas que se manterão em vigor são determinantes, para manter e desenvolver o mercado para as obras europeias».

  Luís Villalobos
 

 

textos relacionados

Cinema e audiovisual nos países lusófonos
«Declaração de Lisboa» apresenta medidas para o sector

Cinema Europeu em Queda

 

 

 
Associação para a Promoção do Cinema Português