notícias I especiais I crónicas I base de dados I festivais I roteiro
mais especiais
O Cinema Mudo Português
 
Cinema de Animação
O cinema de animação tem cerca de 80 anos de vida em Portugal, mas esta tem tido os seus altos e baixos. O «Pesadelo de António Maria» fixa o seu nascimento em 1923, tendo depois um percurso irregular, que apenas de desenvolve nos anos 60, com um forte pendor publicitário.
 
outros especiais ...
especiais

 

Amália Rodrigues na Entrega dos Prémios SNI (Col. Cinemateca Portuguesa)
22-09-2003
O Cinema no Estado Novo
Os Prémios SNI
 
Os Prémios atribuídos pelo SNI aos filmes do ano anterior
Amália Rodrigues na Entrega dos Prémios SNI (Col. Cinemateca Portuguesa)  
 
 

Este é um trabalho em aberto. Não existe nenhuma fonte documental ou bibliográfica que discrimine os prémios atribuídos pelo SNI e, posteriormente, pela SEIT. Muitos dos prémios, como o Grande Prémio e Adaptação Cinematográfica, seguindo-se o de melhores intérpretes, não foram de facto atribuídos em diversos anos. No entanto, haverá lacunas nesta lista. O facto de não serem mencionados prémios em determinados anos, não quer dizer que não houvesse atribuições em todas as categorias. Optou-se por uma perspectiva positiva, após uma pesquisa, que prosseguirá. São mencionados os prémios que se sabe terem sido atribuídos.

esp_premiomelhorfoto_sni_1

1948

Grande Prémio do SNI: "Fado, História de uma Cantadeira", de Perdigão Queiroga
Prémio de Melhor Interpretação Masculina: Raul de Carvalho, em "Bola ao Centro", de João Moreira.
Prémio de Melhor Interpretação Feminina: Amália Rodrigues
Prémio de Fotografia:
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis:

1949

Grande Prémio do SNI:
Prémio de Melhor Interpretação Masculina:
Prémio de Melhor Interpretação Feminina: Leonor Maia, em "Serra Brava", de Armando de Miranda. Prémio de Fotografia:
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis:

1950

Grande Prémio do SNI: "Heróis do Mar", de Fernando Garcia
Prémio de Melhor Interpretação Masculina: Alva:
Prémio de Fotografia: António Salazar Diniz, com "Saltimbancos"
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis: "Última Rainha de Portugal", de Leitão de Barros

1953

Grande Prémio do SNI:
Prémio de Melhor Interpretação Masculina: Alves da Cunha, com "Duas Causas", de Henrique Campos.
Prémio de Melhor Interpretação Feminina: Laura Alves, em "Um Marido Solteiro", de Fernando Garcia.
Prémio de Fotografia: João Moreira, com "Palácio de Queluz".
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis: "Arte Sacra Missionária", de Gentil Marques.

1954

Grande Prémio do SNI: "Chaimite", de Jorge Brum do Canto.
Prémio de Melhor Interpretação Masculina: Emílio Correia, em "Chaimite", e "Planície Heróica", de Perdigão Queiroga.
Prémio de Melhor Interpretação Feminina:
Prémio de Fotografia: Aquilino Mendes, com "Hulha Branca".
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis: "Alentejo não tem sombra", de Orlando Vitorino e Azinhal Abelho.

1955

Grande Prémio do SNI:
Prémio de Melhor Interpretação Masculina:
Prémio de Melhor Interpretação Feminina:
Prémio de Fotografia: João Martins, com "Episódio Pastoril".
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis: "O Natal na Arte Portuguesa", de Baptista Rosa.

1956

Grande Prémio do SNI:
Prémio de Melhor Interpretação Masculina:
Prémio de Melhor Interpretação Feminina:
Prémio de Fotografia: Abel Escoto, com "Silhuetas da Vida".
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis: "A Aldeia e as Quatro Estações", Armando da Silva Branco.

1957

Grande Prémio do SNI:
Prémio de Melhor Interpretação Masculina:
Prémio de Melhor Interpretação Feminina:
Prémio de Fotografia:
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis:

1958

Grande Prémio do SNI:
Prémio de Melhor Interpretação Masculina:
Prémio de Melhor Interpretação Feminina:
Prémio de Fotografia:
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis:

1959

Grande Prémio do SNI: "Rapsódia Portuguesa", de João Mendes
Prémio de Melhor Interpretação Masculina: Raul Solnado, em "As Pupilas do Senhor Reitor".
Prémio de Melhor Interpretação Feminina: Isabel de Castro, em "As Pupilas do Senhor Reitor".
Prémio de Fotografia: António Nova, com "Nova Lisboa", e Mário Moreira, com "Henrique, o Navegador".
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis: "Henrique, o Navegador", de João Mendes.

1962

Grande Prémio do SNI: "Raça", de Augusto Fraga
Prémio de Melhor Interpretação Masculina:
Prémio de Melhor Interpretação Feminina:
Prémio de Fotografia: "Aço Português".
Prémio de Adaptação Cinematográfica: Fernando Fragoso, com "Raça"
Prémio Paz dos Reis: "Aço Português", de Perdigão Queirt;Belarmino".
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis:

1966

Grande Prémio do SNI: "As Ilhas Encantadas", de Carlos Vilardebó.
Prémio de Melhor Interpretação Masculina:
Prémio de Melhor Interpretação Feminina: Amália Rodrigues, em "As Ilhas Encantadas".
Prémio de Fotografia: Aquilino Mendes, com "O Trigo e o Joio" e "Moinhos de Portugal.
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis: "Faça Segundo a Arte", de Manuel Fria de Almeida.

1967

Grande Prémio do SNI:
Prémio de Melhor Interpretação Masculina:
Prémio de Melhor Interpretação Feminina:
Prémio de Fotografia: Ex-aequo, a Elso Roque, com "Sesimbra", e Abel Escoto, com "A Embalagem de Vidro".
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis: "A Embalagem de Vidro", de Manuel Guilherme Faria de Almeida.

1968

Grande Prémio da Secretaria de Estado da Informação e Turismo (SEIT): "A Cruz de Ferro", de Jorge Brum do Canto
Prémio de Melhor Interpretação Masculina: Octávio de Matos, em "A Cruz de Ferro".
Prémio de Melhor Interpretação Feminina: "Cremilda Gil", em "A Cruz de Ferro".
Prémio de Fotografia: João Moreira, com "A Cruz de Ferro".
Prémio de Adaptação Cinematográfica: Jorge Brum do Canto e Fernando Fragoso, com "A Cruz de Ferro".
Prémio Paz dos Reis:

1969

Grande Prémio SEIT (ex-SNI): Não atribuído
Prémio de Melhor Interpretação Masculina: Não atribuído
Prémio de Melhor Interpretação Feminina: Laura Soveral, com "Estrada da Vida", de Henrique Campos.
Prémio de Fotografia: Aquilino Mendes, com "Keramos" e "Tapetes de Viana do Castelo".
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis:

1970

Grande Prémio SEIT: "O Cerco", de António da Cunha Telles.
Prémio de Melhor Interpretação Masculina:
Prémio de Melhor Interpretação Feminina: Maria Cabral, "O Cerco".
Prémio de Fotografia: Acácio de Almeida, com "O Cerco".
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis:

1971

Grande Prémio SEIT:
Prémio de Melhor Interpretação Masculina:
Prémio de Melhor Interpretação Feminina:
Prémio de Fotografia:
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis:

1972

Grande Prémio SEIT:
Prémio de Melhor Interpretação Masculina:
Prémio de Melhor Interpretação Feminina:
Prémio de Fotografia:
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis:

1973

Grande Prémio SEIT:
Prémio de Melhor Interpretação Masculina:
Prémio de Melhor Interpretação Feminina:
Prémio de Fotografia:
Prémio de Adaptação Cinematográfica:
Prémio Paz dos Reis:

Fontes:

Cais do Olhar

Revista "Cinéfilo"

Pasta "Prémios Cinematográficos", SNI, Cinemateca (Acesso Reservado).

fil_expomundoportugues_2 esp_sni_2 esp_antonioferro_1 esp_cinemaambulante_spn_1 esp_amaliapremio_sni_1 esp_comiciosanticomunistas_1 fil_aldeiadaroupabranca_1 fil_expomundoportugues_1 fil_sofiaeaeducacaosexual_1

 

 

 

índice

O Estado Novo e o Cinema

Censura: Ver para Cortar

Depoimentos sobre a Censura

O Secretariado da Imagem

A Visão de Ferro

O Ditador que Adorava o Cinema

A Criação de uma Realidade

Mensagem Ambulante

Leitura Obrigatória

Uma Lei Sem Papel

 

 

 
Associação para a Promoção do Cinema Português